Luane Vacchi: “Nossas aulas eram focadas na dinâmica do Test OnDaf”

Procurei aulas particulares de alemão porque precisava, em pouco tempo, me preparar para uma prova de proficiência para conseguir uma bolsa de estudos do DAAD na Alemanha.  Além disso, já tinha feito aulas de alemão em cursos regulares e não tinha mais interesse na didática, no ritmo, nos assuntos etc.

Entrei em contato com o Lucas, expliquei minhas necessidades e ele topou o desafio. Nossas aulas eram focadas na dinâmica do Test OnDaf, prova que eu precisava fazer e não tinha nenhum conhecimento sobre como seria. Na Internet, as informações também eram escassas.

Através da própria dinâmica da prova, Lucas propunha dicas que facilitariam a realização da mesma, sempre acompanhando com reflexões e aprendizados sobre a gramática e vocabulário. Assuntos diversos e contemporâneos eram trazidos para as aulas de forma lúdicas, com vídeos, textos, entrevistas, notícias que me estimulavam a estudar.

A parte de gramática também era presente pois era e é onde eu possuo mais dificuldade, entretanto não era excessivo, Até hoje (para outros idiomas inclusive) utilizo as estratégias para aprender vocabulário que aprendi com o Lucas!

(Luane Vacchi, estudante de Turismo pela ECA/USP)

Antônio Tolentino: “Trabalhamos com eficácia no processo de candidatura a uma vaga no exterior”

Antônio Tolentino - Testimonial“Gostaria de destacar alguns diferenciais que pude observar e vivenciar no seu trabalho. O primeiro é o preparação do conteúdo das aulas e a didática, de acordo com a necessidade apresentada. Neste aspecto posso mencionar a preparação para o teste Bulats, no qual obtive o resultado necessário para ter direito à bolsa de estudo no exterior, paga pela empresa.

Também no processo de candidatura a uma vaga no exterior trabalhamos com eficácia, desde a preparação da carta de apresentação até os diálogos usuais da entrevista, sempre com vocabulário adequado, materiais de apoio e exercícios totalmente dentro do contexto esperado.

Finalizando, ressalto a qualidade das traduções de documentos para o idioma alemão, as quais refletem com fidelidade a mensagem original.

Por estes motivos, reitero a minha satisfação como seu aluno e te parabenizo pelo profissionalismo!”

(Antonio Tolentino, Gerente de logística e qualidade de fornecedores da Mercedes-Benz do Brasil)

Salvar

Salvar

Salvar

Felipe Malaquias: “Em menos de 8 meses estive apto a me virar na Alemanha, onde moro atualmente”

felipe malaquias_profile

“O Lucas é um professor muito didático, prático e dinâmico. Iniciei meus estudos com ele, e em menos de 8 meses estive apto a me virar na Alemanha, onde moro atualmente, em todos os aspectos do cotidiano. Já cursei alguns cursos por aqui, e pra ser sincero, mesmo com professores nativos, apenas o Goethe se igualou ao conteúdo absorvido em aula.”

(Desenvolvedor Sênior — GK Software AG)

Salvar

Salvar

Emília Merlini Giuliani: »O que curti foi o quanto a aula me lembrava do que tinha experienciado em solo alemão«

Conheci o Lucas em 2010, quando me mudei para Santo André/SP. Eu havia começado a estudar alemão cinco anos antes e, embora eu já tivesse uma boa base da língua, eu sabia que ainda tinha um longo caminho pela frente. Assim, resolvi me inscrever em um curso de alemão na nova cidade.

Por sorte, o Lucas era professor lá.

(A esta altura, devo abrir um parênteses e mencionar que sou um tanto suspeita para falar dele, porque desde então nos tornamos grandes amigos!)

A verdade é que, na época, percebi através das aulas com o Lucas o que era aprender alemão de verdade. Até então eu havia aprendido a maior parte do que eu sabia da língua alemã estudando em um cursinho mais modesto e só tinha tido contato com uma metodologia de ensino de alemão realmente eficaz um ou dois meses antes de conhecer o Lucas, quando tive a oportunidade de vir fazer um curso intensivo na Alemanha.

O que de imediato curti nas aulas dele foi justamente o quanto a aula dele me lembrava do que tinha experienciado em solo alemão: não apenas exposições unilaterais preocupadas em seguir à risca o livro didático e repassar regras gramaticais, mas uma mistura orgânica de cultura e conteúdo.

O Lucas era (e ainda é) um professor competente e super preocupado com a naturalidade da língua – lembro que ele se preocupava, por exemplo, em ensinar expressões de uso corrente que não soassem deslocadas ou ensaiadas. As aulas dele contemplavam diversos outros aspectos do aprendizado que nem sempre são priorizados em cursinhos e isso me cativou bastante.

Quando saí de São Paulo segui mantendo contato com o Lucas. Não só nos tornamos amigos próximos, como sigo, até hoje (já morando na Alemanha!) consultando-o em assuntos relacionados à língua alemã. Ele ainda é o meu professor predileto!

(Emília Merlini Giuliani, Doutoranda em Ciências Criminais PUC/RS)

Salvar