Como fala obstetrícia em alemão

Como fala obstetrícia em alemão

Como os bebês nascem? Todo adulto já ficou constrangido com essa pergunta e escapou com uma historinha mentirosa. Mas e como dizer obstetrícia em alemão? Como se diz parto normal em alemão? E cesariana? Dessa vez, não tem cegonha, repolho ou sementinha que ajude a se safar!

Weiter · Mais >>>

Alemães são trabalhadores – só que não

Alemães são trabalhadores – só que não

Entre nós brasileiros, os alemães têm uma boa reputação por ser um povo disciplinado e que trabalha duro. Por sua vez, o típico brasileiro seria o zé-preguiçoso que não trabalha e emenda todos os feriados possíveis para isso. É essa conclusão que tiramos de uma avaliação pessoal e subjetiva. Mas será que os números confirmam isso?

Weiter · Mais >>>

Feedback: a difícil arte de dar e receber críticas

Lave-me, mas sem me molhar. É com esse subtítulo inusitado e até mesmo paradoxal que a edição de Abril/2014 da revista Psychologie Heute abre a matéria “Die schwierige Kunst des Kritisierens” sobre feedback. Com menos relatos de experimentos e mais discussão, a reportagem levanta alguns pontos críticos sobre como fazer criticas – trocadilho acidental! – e explica por que insistimos em permanecer tão sensíveis ao feedback negativo.

Weiter · Mais >>>

Metáforas futebolísticas interpretadas literalmente

Alemães não têm senso de humor – quem disse? O vídeo ‘Fussballflöskel wörtlich genommen‘ divulgado pela emissora alemã WDR faz uma sátira ilustrando literalmente as expressões figuradas que os locutores de futebol adoram usar. Impossível não rir com os jogadores brasileiros branquelos e os alemães pregando a bola no gol, ficando fora de si, pegando o couro redondo [das runde Leder, uma metáfora para dizer ‘bola’] – tudo literalmente! Tem uma infinidade de expressões e…

Weiter · Mais >>>

Brasil, estado monolinguístico?

Você está andando na rua e ouve conversas aleatórias de outras pessoas que também andam na rua. No meio do burburinho, você escuta alguma coisa que não se parece com português. A sua reação é imediata: vira a cabeça em todas as direções tentando localizar o gringo tagarela. Por que será que reagimos com essa curiosidade afoita, como se alguém falando outra língua no Brasil fosse tão raro quanto um ornitorrinco?

Weiter · Mais >>>
1 4 5 6