notícias da semana da Alemanha

Lesenswerte Links #01

A semana acabou e o feriadão de carnaval já está aí!  Mas antes de sair para a farra (ou para a preguiça infinita), que tal dar uma última treinadinha no alemão e conferir os links-que-valem-a-pena-ler? 😉

»Biete Blume, suche Sex«: A reportagem comenta o infeliz trocadilho visual de um anúncio da floricultura Bloomy Days comparando (literalmente!) uma flor a uma vagina. O título da peça publicitária é ainda mais infeliz.

»Einer Brust darf jeder«: Ainda falando em sexismo, o mesmo jornal TAZ também noticiou a absolvição de um caso de assédio sexual em ambiente profissional. A reportagem resume o contrassenso da decisão judicial com o seguinte ditado alemão: einmal ist keinmal (algo como: »se aconteceu apenas uma vez, então não aconteceu«)

»Ich will dich … «: E já que o assunto é sexo e constrangimento, o print screen dessa conversa de Whatsapp em alemão também criou uma situação desagradável – mas dessa vez bem humorada e envolvendo o corretor ortográfico (como sempre eles!)

»Mit diesem Tool lassen sich WhatsApp-Nutzer ausspionieren«: A reportagem do Meedia mostrou as falhas de segurança do aplicativo e como a atividade dos usuários pode ser monitorada usando uma ferramenta relativamente simples e acessível.

»Teilweise geil«: A Internet para os alemães realmente parece ser algo bem diferente do que ela é para os brasileiros. Essa listinha do Süddeutsche Zeitung enumera os típicos Facebookers chatos – segundo os alemães, é claro! (P.S.: descobri que eu mesmo faço várias coisas citadas ali!)

»Berlinaler Blog«: Essa semana também teve Berlinale – o festival de cinema de Berlin que – cof! cof! – é bem mais interessante do que o Oscar. Sério. Se você sofre de cinefilia aguda em estado terminal, quer ficar por cima das novidades e ainda de quebra treinar o alemão, então não deixe de conferir a cobertura feita pelos blogueiros do Goethe-Institut.

»400 Bewerbungen und kein Job«:  Após terminar o doutorado, uma alemã não consegue encontrar absolutamente nenhuma vaga de emprego após o doutorado, mesmo disposta a aceitar qualquer trabalho ridículo e receber um valor muito abaixo abaixo de suas qualificações.

»Jedes Jahr 45.00 Suizide weltweit wegen Arbeitslosigkeit«: Um estudo da Universität Zürich (UZH) revelou que cerca de 45.000 suicídios por ano são causados pelo desemprego. Como se vê, a crise não é apenas uma questão econômica, não afeta apenas o Brasil e vai muito além de indicadores econômicos.

Continua achando alemão difícil?

0 comentários a “Lesenswerte Links #01”

Deixe um comentário!